Assinatura RSS

Arquivo da categoria: Acessórios

30 dias de roupa nova: moda, comércio e estilo no Maior São João do Mundo

Publicado em

Apresentação: Esta reportagem foi feita à várias mãos e produzida originalmente para o projeto Repórter Junino, do curso de Comunicação Social (habilitação Jornalismo), da Universidade Estadual da Paraíba, onde sou professora. O projeto é desenvolvido todos os anos no período junino para celebrar jornalisticamente esta que é a maior festa popular do Nordeste, comandado pelo professor Fernando Firmino. Resolvemos publicar o material na integra por aqui também para divulgar ainda mais esse trabalho, do qual temos muito orgulho. Um exercício que mostra, dentre outras coisas, que é possível produzir conteúdo jornalístico de moda com qualidade. Parabéns à equipe, que está creditada no final do post. Boa leitura!

Foto: Emanuel Messias

Foto: Emanuel Messias

Quem anda pelos caminhos do Parque do Povo nesses dias de festa não pode deixar de reparar no visual caprichado de homens, mulheres e até mesmo crianças. E não é só nos grandes centros que isso se percebe, em comemorações de bairro e em cidades pequenas, festa de rua significa roupa nova. Para a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), os festejos juninos representam um aumento nas vendas de cerca de 30% em relação ao mesmo período do ano passado.

O São João de Campina Grande trouxe consigo uma grande expectativa de vendas na linha de roupas e acessórios. “É nesta época em que a população de Campina Grande costuma procurar com maior intensidade as lojas de roupas, calçados, alimentação e também serviços como salões de beleza e postos de combustíveis”, diz Hilton Motta Filho, presidente da CDL. A vendedora Vanessa afirma que esse aumento se compara às vendas do período Natalino, sendo os dois melhores períodos de comércio. Para os clientes, a vaidade é o fator que mais contribui para esse aumento. “A aparência é importante, onde chegamos as pessoas nos definem e julgam de acordo como estamos vestidos, é bom estar bem vestido para transparecer uma boa imagem”, diz a estudante Karolyne Cartaxo.

É feito um alto investimento nesse comércio nessa época. Uns compram por necessidade, mas, a grande maioria está alimentando sua vaidade, inclusive os homens. Atualmente não só as mulheres estão gastando em vestuário. O comprador Igor Silveira, 22 anos, acha que os homens se importam sim com as vestimentas, mesmo muitos não admitindo esse interesse. São as festas juninas promovendo a moda e o comércio da região.

P&B e Top Cropped são os grandes hits do São João

Como acontece nos grandes desfiles de moda, as ruas do Parque do Povo ficam cheias de tendências durante o período junino. Este ano não está sendo diferente, e algumas modas queridinhas das mulheres fazem a cabeça e os pés das frequentadoras da festa. Desta vez, o binômio preto e branco aparece por todos os lados, acompanhado dos top croppeds e de sapatos de salto flutuante. A dupla formada pelo preto e pelo branco vem de forma moderna e é vista em todos os lugares, “seja com listras ou em quadriculados, em outras estampas, ou então em um look como um todo” como aponta a consultora de moda Ceicinha Figueiredo.

Mas não se deve deixar levar por essa tendência sem antes analisar se ela serve para você. Mesmo sendo uma moda clássica e democrática, existem as suas exceções. Calças listradas, por exemplo, para meninas de quadril largo, por mais que sejam listras verticais, que têm tendência a emagrecer, acabam destacando os volumes, ou seja, deve haver moderação no uso desse duo, como explica a consultora.

Looks em P&B montados por Ceicinha Figueiredo na loja Hering

Looks em P&B montados por Ceicinha Figueiredo na loja Hering

O preto e branco foi eternizado pela estilista Coco Chanel – que foi a responsável pela grande revolução no vestuário feminino em meados da década de 1920 – principalmente por meio das estampas conhecidas por pied-de-poule e pied-de-coq, que ficaram famosas no mundo todo. Pied-de-poule, que é a estampa menor, traduzido do francês seria pé de galinha, e ganhou esse nome por realmente parecer uma pegada de galinha, enquanto o pied-de-coq, a estampa maior, é pé de galo, por parecer uma pegada de galo. Ou então nas listras, que tanto gostava.

Pied-de-poule, a estampa menor

Pied-de-poule, a estampa menor

Pied-de-coq, estampa maior

Pied-de-coq, estampa maior

Coco Chanel usando listras

Coco Chanel usando listras

E no Parque do Povo, algumas mulheres usando as listras.

Fatima Feitosa, Mari Oliveira, Andreza Lima e Simone de Almeida usam a tendência

Fatima Feitosa, Mari Oliveira, Andreza Lima e Simone de Almeida usam a tendência

Luana Larissa, Ana Luiza e mãe e filha, Patrícia e Evillyn

Luana Larissa, Ana Luiza e mãe e filha, Patrícia e Evillyn

Outra tendência que está ocupando a cabeça das mulheres no Parque do Povo é o Top Cropped. Popularizado nos anos 90, volta agora com uma diferença: não se mostra o umbigo. A peça atual consiste em um top ou blusa curta, usado com calça, saia ou shorts de cintura alta, cobrindo o umbigo, para não parecer vulgar. É uma grande aposta do verão 2013 por causa do nosso clima, e deve ser usado em lugares informais. Vai bem também com saltos, que deixam a produção mais elegante.

 

As estudantes Larissa Gomes e Thayla Brenda Silva usaram Top Cropped no Parque do Povo

As estudantes Larissa Gomes e Thayla Brenda Silva usaram Top Cropped no Parque do Povo

Gabriele Rocha decidiu usar Top Cropped e listras P&B em um único look

Gabriele Rocha decidiu usar Top Cropped e listras P&B em um único look

Salto fantasma, será que essa moda pega?

Você já pensou em usar um sapato de salto alto, mas sem o salto? Sim, isso existe, e se chama salto phantom ou salto fantasma. Queridinho de várias fashionistas ao redor do mundo, o salto fantasma consiste em um sapato sem salto, mas com uma meia-pata avantajada e surgiu em 2001, quando Antônio Berardi criou sapatos sem salto aparente. Mas a sua popularização só aconteceu realmente dez anos depois, em 2011, quando a excêntrica cantora Lady GaGa usou sapatos criados pelo designer japonês Noritaka Tatehana, que chegavam a 25 centímetros de altura. Apesar de parecer o contrário, quem usou afirma ser super confortável.

Lady GaGa com alguns dos seus saltos fantasmas

Lady GaGa com alguns dos seus saltos fantasmas

Salto phantom de Giuseppe Zanotti

Salto phantom de Giuseppe Zanotti

Natália com seu look de oncinha e sapato de salto fantasma

Natália com seu look de oncinha e sapato de salto fantasma

Por aqui, nas noites de São João do Parque do Povo, já têm mulheres usando a tendência. Entre elas, a empresária Natália Jordania, que também estava usando a atemporal estampa de oncinha, no vestido e na bolsa. Mas, e aí, será que veremos – ou não – mais vezes o fantasma nos pés campinenses? Ou essa é uma moda passageira? Quem viver, verá!

Espaço para o tradicional

 

Em meio a tantas tendências, ainda há espaço para o uso dos tradicionais looks que incluem a famosa estampa xadrez e a bota. Em vários estilos e variações, homens e mulheres não deixam de usar esses símbolos das festas juninas. A estudante Anne Vasconcelos e o namorado Carlos de Souza Aragão foram juntos para a festa junina trajando blusa xadrez, calça jeans e bota: ela num estilo mais romântico de salto e ele num estilo mais vaqueiro. “A gente se sente confortável com esse tipo de roupa, é a época do ano em que a gente mais pode usar. Essas peças ficam guardada o ano todo esperando o São João chegar”, afirma Anne.

Mas não é preciso ir fantasiado de festejos juninos para usar essas peças. O xadrez, em especial, já virou um clássico da moda e vai bem com praticamente tudo. Veja algumas dicas de produções para essa estampa e aproveite as peças que você tem em casa para curtir o restante das festas de São João.

Foto_Matéria2_xadrez_Looks para noite

Foto_Matéria2_xadrez_Looks de dia

 

Reportagem: Ivan Andrey, Bruna Neves, Káio Lenno Araújo e Agda Aquino

Edição: Agda Aquino

Fotos: Ivan Andrey, Káio Lenno Araújo e Jéssica Oliveira

Produção de moda: Ivan Andrey e Rosemere Marinho

Anúncios

Conheça os óculos de madeira para quem tem estilo e preocupação com a natureza

Publicado em

©Reprodução

Vi isso no FFW, me apaixonei e resolvi trazer por aqui. São óculos escuros produzidos em madeira dos irmãos Juan e Alexandre Carri. “Nature with other eyes” (natureza com outros olhos) é a marca que eles criaram há um ano com o objetivo de vincular o design e a natureza a partir de um outro olhar. Pelo visto está dando muito certo. Tudo começou para uso pessoal, mas aos poucos os amigos dos irmãos gostaram e o sucesso se espalhou. Surgiu aí a Leaf, com peças produzidas à mão, com  madeira brasileira 100% reaproveitadas. Elas recebem um tratamento especial para tornar a peça resistente à umidade, sol e fungos. As peças podem ser adquiridas no site de produtos autorais Airu, com entregas nacionais, ou direto no estúdio da marca em São Paulo, na Galeria Ouro Fino, e também na Likestore da Leaf no Facebook a partir de R$ 250, dependendo do modelo e da madeira com que são feitas.

Alguns dos modelos da marca ©Reprodução

Réplicas de figurinos de filmes nerds são vendidos pela web

Publicado em

Essa dica veio parar nas minhas mãos através do meu marido, apaixonado por alguns desses filmes. Eu também gosto de vários deles, mas ele gosta muito mais. É que uma empresa norte-americana está vendendo pela web réplicas de alguns figurinos de filmes famosos do universo masculino, em especial de ficções e filmes inspirados nos quadrinhos. Achei a ideia fantástica! A proposta vem do site UDreplicas, que garante vender as roupas com licença oficial das produtoras dos filmes. Quem assina as peças é o estilista David Pea, que faz uma observação meticulosa de grandes heróis e vilões das telonas. Para quem pensa que são apenas mais opções de fantasias para o carnaval, ledo engado. As roupas são fabricadas com couro e tecidos nobres, feitas para durar uma vida inteira.  A má notícia? O preço, obviamente. Uma jaqueta inspirada no filme Tron, por exemplo, custa nada menos que $ 598,00 doletas. O traje completo vai pra mais de $ 1.000,00. Tá afim?

Veja dicas para usar coletes de forma atual e descolada

Publicado em

Durante muito tempo ele foi uma peça complementar do visual masculino, formando junto com o paletó e a calça de alfaiataria um trio inseparável, o terno. Nos anos 70 a peça entrou para o visual básico dos hippies, principalmente aqueles coletes coloridos, em patchwork. Foi aí também que ele passou para o guarda-roupa feminino. Nos anos 80 eles viraram febre: artistas, músicos e famosos descolados de todas as categorias usaram colete. O uso foi tanto que saturou, nas décadas seguintes o colete voltou para dentro dos paletós masculinos e muitos deixaram de usar até mesmo nessa composição.

Mas como na moda tudo é cíclico, ele anda reaparecendo há algumas estações e no inverno ele sempre está presente. São vários tipos, dos lisos aos listrados, estampados ou em xadrez, feitos em tecidos nobres ou mesmo em jeans, formais e informais. Dá pra usar com calça, saia, bermuda, short e até com vestido. Além disso, é democrático: todo mundo pode usar, basta ter coragem. Se você vai aderir a esse look clássico e ao mesmo tempo super atual veja algumas dicas para não errar na hora de usar seu colete.

Para um look formal: O colete deve ser de tecidos nobres, como a seda ou cetim, e ser em corte de alfaiataria, aquele mais elegante. Se for para a noite pode até ter aplicações de brilhos. Com a camiseta branca ou de modelo formal se transforma numa dupla clássica, principalmente se o colete estiver fechado e for combinado com uma bela calça de alfaiataria, um sapato de salto fechado e um colar de pérolas, por exemplo. Ideal para reuniões de negócios e ambientes de trabalho.

Para um look informal: Prefira tecidos mais simples e camisetas de malha ou regatas. Camisas com estampa pedem o colete aberto. Também pode ser combinado com um minivestido bonito para cair na noite ou até mesmo com vestidinhos românticos de manguinhas fofas. Dependendo do modelo, dá até pra usar sem nada por baixo, principalmente por aqui pelo nordeste. Se você tem pernas bonitas, com minissaia e short também fica bem. Mas atenção: só deixe o colete fechado se ele for realmente do seu tamanho. Ficar com ele apertando só coloca o visual a perder.

Para os homens o segredo é usar com estilo e personalidade, seja ele aberto ou fechado, com calça ou bermuda. Para as mulheres, a dica principal para deixar o colete atual é combinar ele com peças femininas, como saltos, colares, brincos grandes e chapéus. Assim não fica parecendo que você pegou a peça do baú do seu avô ou que saiu de uma máquina do tempo, vinda direto do passado como num filme de sessão da tarde.

Acessórios com estilo e personalidade – concorra ao seu

Publicado em

Os acessórios dão um “up” em qualquer look, não é mesmo? Se eles forem originais e diferenciados, melhor ainda. O post de hoje é dedicado ao trabalho de Mayrles Emille Medeiros, que conheci através do Facebook esses dias, foi apenas o primeiro passo para me apaixonar pelo trabalho dela. São colares, tiaras e acessórios de cabelo em couro, fibras, tecidos, fitas de cetim, pedrarias e materiais diferenciados, um encanto de autenticidade.

Ela conta que começou muito cedo a desenhar peças, ainda criança, como brincadeira e na adolescência aprendeu uns pontos de macramê que deram origem às primeiras peças de acessórios, como colares, pulseiras e tornozeleiras, sempre buscando um diferencial. Algo que começou como hobby, foi se tornando uma oportunidade de negócio, vendendo para amigos e familiares. Depois de uma temporada em São Paulo, onde estudou estilismo, incrementou ainda mais o trabalho e continuou optando por fazer moda de maneira autêntica. “Atualmente me dedico ao designer de acessórios femininos, buscando incansavelmente ter o olhar livre e esperto; estendendo ao uso de matéria prima diversas; desde fita de cetim e demais aviamentos; aos retalhos de tecidos e couro natural.”

Olha as minhas peças preferidas que já fazem parte do meu guarda-roupa:

 Se você achou as peças fofas, como eu, vai gostar também do sorteio que o blog está preparando em parceria com a designer. A nossa promoção dessa vez vai durar até o próximo sábado, dia 07 de julho. Para participar é fácil, basta comentar aqui abaixo e aguardar o sorteio, que será feito através do Random.org e divulgado aqui mesmo, nos comentários desse post. O sortudo ou sortuda vai levar essa tiara aí abaixo, fofa, fashion, autêntica, irmã da minha. #Adoro
Serviço:
Celular para contato: 83-8724-3531
e-mail: atelieme@hotmail.com

Bolsas-saco são destaque no Jornal da Paraíba e no JPOnline

Publicado em

Depois de um final de semana de recesso, volto com uma matéria publicada na edição de ontem do Jornal da Paraíba. A minha querida Katiana Ramos fez uma reportagem comigo sobre as bolsas-saco, que estão de volta depois de tempos no limbo dos anos 90. Quer saber o que rolou no texto? Então você tem três opções para ler: 1 – Ampliar as imagens aqui do post, 2 – Entrar no link do portal JP Online para onde parte da matéria foi, 3 – Clicar aqui e confere a versão online do JP Online do dia 01 07 12.

Sapatos de couro da Paraíba estão na feira de calçados mais importante do Brasil

Publicado em

Que a Paraíba está a frente de seu tempo produzindo moda ecologicamente amigável não é novidade. Que estamos presentes em todos os grandes eventos de moda nacionais e internacionais, também não. O que há de novo desta vez é a presença dos sapatos de couro de peixe da Comparoni  na Francal, a maior e mais importante feira de calçados do país. O Governo da Paraíba está com um estante por lá onde podem ser vistos até sexta feira desta semana (29/06) as novidades em algodão colorido, renda e outros materiais produzidos por aqui. Trocando em miúdos, isso significa que o mercado para nós só tem a crescer com a visibilidade proporcionada no evento. Tomara que sim.

E o sapato de algodão colorido da Paraíba foi destaque em entrada ao vivo do Bom Dia São Paulo, da Rede Globo. Para ver o vídeo basta clicar na imagem abaixo para ir direto para o link.

A Francal acontece todos os anos, em São Paulo capital. Este ano o evento é de 26 a 29 de junho, aberto das 10h às 20h. Dia 29, das 10h às 17h. O endereço é rua F-G Passarela Norte-Sul – Stand Calçados da Paraíba. Pavilhão de Exposições do Anhembi – São Paulo.

Veja aqui algumas outras coisas que a gente já falou sobre o tema:

 Peças de designer paraibano são destaque no Rio-à-Porter

Algodão colorido da Paraíba no Rio-à-Porter do ano passado

Feira de moda e design em João Pessoa revela talentos paraibanos

Pantera Costa é palestrante de mais uma edição do Café com Moda

Moda com algodão colorido é tema de seminário na Paraíba

Paraíba é destaque em programa sobre moda sustentável na Globo News

Algodão colorido da Paraíba é destaque no programa Pequenas Empresas & Grandes Negócios

%d blogueiros gostam disto: