Assinatura RSS

Arquivo da tag: Intercom

Revista DaModa inova nos editoriais e traz a cidade de João Pessoa para o universo fashion

Publicado em

capa das revistas

O post de hoje tem dois objetivos: divulgar a revista DaModa e apresentar o meu mais recente artigo acadêmico, que foi sobre a publicação. A revista é uma publicação eletrônica vinculada à Estação da Moda, órgão responsável por promover a moda e capacitar pessoas para trabalharem na área. Ele é financiado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, bem como a revista.

Eu me apaixonei pela publicação desde a primeira edição, lançada em setembro de 2012 e disponibilizada gratuitamente ao público através do site Issu.com. Com linha editorial voltada para o conceito e a cultura de moda, ela não está vinculada às bobagens que aparecem na maioria das revistas da área: tem conteúdo profundo e editoriais lindos (também, com tantos fotógrafos talentosos e produtores de moda dedicados, não tinha como dar outra coisa).

Então parti para uma análise acadêmica dos editoriais de moda da revista, afinal de contas não tem coisa melhor no mundo do que juntar trabalho e prazer. Intitulado “João Pessoa Chique: A Cidade como Referência de Identidade nos Editoriais da Revista DaModa“, o artigo foi aceito para apresentação e publicação no principal congresso de Comunicação da América Latina, o Intercom. Este ano o evento acontece de 4 a 7 de setembro, em Manaus. Quem tiver interesse de ler, basta baixar o arquivo abaixo em pdf. 😉

Revista 2 Editorial São Francisco Revista 2 Editorial Praia Revista 1 Editorial 2 Feira Editorial 1 Revista Da Moda 1 Conventinho

Resumo do artigo:

Com base na análise de seis editoriais da revista DaModa, publicação online financiada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, o trabalho observa como a urbanidade da capital paraibana foi usada para fortalecer a identidade local do cidadão pessoense. Utilizando pontos turísticos ou culturais da região, a publicação constrói um ideal de beleza baseado na estética de luxo característica dos editorias de moda para mostrar que é possível inspirar peças de roupa e imagens de moda baseadas nessas referências urbanas. Para isso ela faz um recorte da realidade e filtra os elementos retratados que colaboram para a construção desses referenciais imagéticos.

Para download clique no link: Artigo Intercom Manaus 2013

Anúncios

Olha a roupa de Pokebola da Fátima Bernardes

Publicado em

Desde o início dessa nova etapa do blog eu me comprometi a divulgar as minhas produções acadêmicas por aqui, disponíveis no menu na parte Publicações. Ainda falta colocar algumas, mas aos poucos vamos disponibilizando os trabalhos por lá. Muita gente tem me pedido minha dissertação de mestrado completa, cujo título foi Casal Nacional: significações do corpo e do figurino no telejornalismo, mas preciso dar um formato mais legal ao trabalho antes de divulgá-lo por aqui. Por enquanto eu vou colocando para download os artigos sobre o assunto.

Aproveitando que hoje à noite estarei na estreia do Café com Moda falando justamente de Figurino para Telejornalismo (a partir das 16h, na Livraria Leitura, do Manaíra Shopping, entrada franca), resolvi disponibilizar aqui o meu artigo mais recente, que foi aceito na Intercom Nacional deste ano, o congresso de comunicação mais importante do país, que será realizado em Recife de 02 a 06 de setembro de 2011. O artigo se chama Olha a roupa de Pokebola da Fátima Bernardes: significações do figurino telejornalístico através dos comentários do twitter. 

Logo abaixo estão o resumo do artigo, as palavras chave e o link para download do arquivo completo em PDF.

Olha a roupa de Pokebola da Fátima Bernardes: significações do figurino telejornalístico através dos comentários do twitter

Agda AQUINO

Resumo

Este trabalho busca na rede social twitter uma forma de observar a nova relação disposta entre os espectadores e os conteúdos televisuais, em especial o telejornal. Comentários e apontamentos que antes poderiam ficar restritos ao ambiente familiar, individual ou de grupos específicos, agora passam a ser difundidos e massificados, além de colaborarem com a movimentação de públicos que transitam entre a Internet e a televisão convencional. O figurino dos apresentadores do Jornal Nacional, da Rede Globo, serve de ilustração para colaborar no entendimento do novo papel que os jornalistas de TV assumem na sociedade contemporânea. Através dos comentários do twitter identificamos a multiplicidade de significações que o público pode produzir com relação a esses conteúdos imagéticos, além de apontar para um novo entendimento do papel do figurino na composição da imagem do profissional de telejornalismo.

Palavras-chave: Telejornalismo; apresentadores; figurino; Jornal Nacional; twitter.

Arquivo completo (em pdf): Artigo_agda_intercom_2011

REFERÊNCIA PARA CITAÇÃO:

AQUINO, Agda. Olha a roupa de Pokebola da Fátima Bernardes: significações do figurino telejornalístico através dos comentários do twitter. Trabalho apresentado no DT 6 – GP: Comunicação e Culturas Urbanas, do X Encontro dos Grupos de Pesquisa em Comunicação, evento componente do XXXIV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. 02 a 06 de Setembro de 2011, Recife-PE.

Identidade Visual e o Telejornalista

Publicado em

Identidade Visual e o Telejornalista: uma reflexão conceitual sobre o papel do corpo e do figurino na apresentação dos telejornais

Trabalho apresentado no DT 06 – Interfaces Comunicacionais – do Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste, realizado de 10 a 12 de junho de 2010, em Campina Grande, Paraíba.

Resumo: Este trabalho levanta pontos teóricos e conceitos que refletem questões como identidade, corpo como mídia primária, moda como cultura e como mídia, consumo simbólico de moda e de mídia e principalmente a produção de sentido gerada pelo corpo e pelo figurino dos jornalistas de televisão. Com o objetivo de fugir do senso comum e questionar em profundidade o papel do figurino no processo comunicacional dos jornalistas de televisão, o texto lança mão de autores consagrados para explicitar que a roupa não veste um suporte vazio, o corpo. Ao contrário, sendo carregado de sentido na sua malha de orientações, o corpo interage com as direções da roupa que, por sua vez, atuam como seus direcionamentos.

Palavras-chave: Comunicação; telejornalismo; corpo; moda; consumo simbólico.

Arquivo completo (em pdf): artigo_intercom_ne_2010_AgdaAquino

REFERÊNCIA:

AQUINO, Agda: Identidade Visual e o Telejornalista: uma reflexão conceitual sobre o papel do corpo e do figurino na apresentação dos telejornais. In: Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste, 2010, Campina Grande/PB. Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste. Campina Grande : Editora UFCG, 2010. v. 1.

Toda Roupa pede uma Trilha Sonora

Publicado em

Toda Roupa pede uma Trilha Sonora: Moda e Interação numa Festa de Música Eletrônica em Natal

Agda AQUINO e Thiago Tavares das NEVES

Trabalho apresentado no NP de Comunicação e Culturas Urbanas do XXXIIICongresso Brasileiro de Ciências da Comunicação.

RESUMO:
O significado da moda nas festas de música eletrônica em Natal/RN como um signo comunicante e interacional entre os participantes é o foco deste trabalho. O suporte empírico é a etnografia realizada em uma rave na casa noturna Galpão 29, duas entrevistas em profundidade com frequentadores e registro imagético. Parte-se do principio que a moda não se pode dissociar do corpo, pois juntamente com ele compõe um sistema de comunicação e a possibilidade de interação.

PALAVRAS-CHAVE:

Corpo; moda; interação; raves.

Arquivo completo (em pdf): Artigo_Intercom_Caxias_do_sul_Agda_Thiago

REFERÊNCIA:

AQUINO, Agda; NEVES, Thiago. Toda roupa pede uma trilha sonora: a moda como interação nas festas de música eletrônica em Natal. In: XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2010, Caxias do Sul/RS. Anais do XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 3 a 6 de setembro de 2010, Caxias do Sul. São Paulo/SP : Editora Intercom, 2010. v. 1.

TELEJORNALISMO E CONSUMO

Publicado em

Telejornalismo e Consumo: o papel dos apresentadores de telejornal no consumo simbólico de moda

Trabalho apresentado no NP de Comunicação e Culturas Urbanas, IX Encontro dos Grupos/Núcleos de Pesquisas em Comunicação, evento componente do XXXII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação.

Resumo:
O telejornalista cumpre um papel importante na padronização de estilos e no estímulo ao consumo simbólico de moda, seja através da vestimenta, de acessórios ou até mesmo de cortes e cores de cabelo. Por ser um membro da sociedade ao qual se atribui credibilidade e que aparece constantemente na televisão, o apresentador de telejornal acaba se tornando referência no jeito de se vestir, portar, falar e apresentar da população, mesmo que essa forma de aparência não seja condizente com o clima, a etnia ou mesmo as culturas de quem toma esse padrão como referência para si mesmo. A cultura criada pela mídia, o desejo de consumo da sociedade capitalista e a vontade de ser reconhecido pelo outro fazem com que o jornalista de televisão passe a ser um modelo estético imitado pela população, seja essa imitação consciente ou inconsciente.

Palavras-chave:
Comunicação; consumo; corpo; moda; telejornalismo.

Arquivo completo (em pdf):  Artigo Intercom 2009_Agda Aquino

REFERÊNCIA:

AQUINO, Agda . TELEJORNALISMO E CONSUMO: O PAPEL DOS APRESENTADORES DE TELEJORNAL NO CONSUMO SIMBÓLICO DE MODA. In: XXXII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 2009, CURITIBA – PR. INTERCOM CURITIBA 2009 – COMUNICAÇÃO, EDUCAÇÃO E CULTURA NA ERA DIGITAL CD. SÃO PAULO : INTERCOM, 2009.

OFICINA DE FIGURINO PARA TELEJORNALISMO

Publicado em



Estou feliz! Esta semana vou participar de um dos maiores e mais importantes eventos científicos na área de comunicação do Nordeste, a Intercom Nordeste, que será em Campina Grande, justamente no período das festas juninas. Passar um friozinho agradável, rever os amigos, ir para uma festa junina de verdade e, mais importante de tudo, participar do evento. Dessa vez estou indo para apresentar um artigo e também para ministrar a Oficina de Figurino para Telejornalismo, mais um motivo de comemoração.

O artigo é uma reflexão conceitual sobre moda, corpo, comunicação e figurino, não necessariamente nessa ordem. Intitulado Identidade Visual do Telejornalista: Uma reflexão conceitual sobre o do papel do corpo e do figurino na apresentação dos telejornais, o trabalho será apresentado na Divisão Temática Interfaces Comunicacionais, no sábado dia 12 de junho, por volta das 14h (o evento vai de 10 a 12 de junho). Quem quiser conferir o texto na íntegra depois é só acessar o site da Intercom e acessar os Anais do congresso.

Já a oficina será ministrada na sexta e no sábado à tarde, das 14h às 18h (no sábado um pouco mais tarde por causa da apresentação do artigo). Antecipo aqui algumas coisas que serão conversadas por lá.

Ementa da oficina: Corpo e comunicação. Roupa, moda e comunicação. Conceitos de figurino. Intencionalidade da roupa. Figurino para televisão e figurino para o telejornalista. Credibilidade através da vestimenta. Cortes de cabelo, pentados, maquiagem e roupas adequadas para a função de jornalista de televisão. Erros mais comuns. Tons de roupa que combinam com cada tipo de pele e também os tons de roupa indicados para cada horário do dia. A relação entre o figurino de telejornal com a moda e com o clima. Diferenças e semelhanças entre figurino para externa e para estúdio. A relação do figurino com o cenário e com o telejornal apresentado.

Conteúdo Programático:

Parte I

  • Corpo e comunicação
  • Moda e comunicação
  • O que é figurino
  • O figurino para telejornalismo (mitos/história/padronização/masculinização)
  • Exemplos de outros países
  • Figurino e credibilidade
  • O figurino e o túnel do tempo
  • A ditadura da juventude
  • A ditadura do cabelo liso
  • O significado das cores
  • O significado das formas
  • O significado dos tecidos

Parte II

  • Figurino de estúdio x Figurino de externa
  • Figurino x tipo físico
  • Figurino x tom de pele
  • Figurino x cenário
  • Figurino x tipo de telejornal
  • Figurino x moda (modismos/tendências)
  • Figurino x $$$$
  • Guarda-roupa básico (Masculino e Feminino)
  • Maquiagem básica (Masculina e Feminina)
  • Jeans pode?
  • Acessórios (óculos/brincos/pulseiras/anéis/colares/broches/lenços)
  • Cabelos (cortes/penteados/barba/bigode/sobrancelhas/acessórios)
  • Maquiagem (os 10 mandamentos)
  • Figurinos especiais (coberturas esportivas/carnaval/chuva/países mulçumanos/praia)
  • Mudanças para a TV Digital
  • Dicas de livros

Em tempo: A Intercom Nordeste é o Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste, evento regional da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, que todos os anos realiza eventos regionais e nacionais em diferentes cidades do país. Podem participar pesquisadores e estudantes de comunicação e áreas correlatas. Os alunos de graduação participam da Intercom Júnior e do Expocom, os demais pesquisadores (mestrandos/doutorandos/professores/etc) participam das Divisões Temáticas.

%d blogueiros gostam disto: